sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Contradição

E se a vida fosse um filme? Sim!! Um filme como aqueles com finais felizes... em que o amor é eterno e a melhor coisa da vida, onde não há preocupações, onde os momentos menos felizes não existem. Um filme em que são retirados os momentos maus e juntam-se apenas os de alegria.
Digamos que a minha vida poderia ser como o processo de transcrição do DNA onde os intrões seriam removidos no processo de maturação deixando ficar os exões. Ou seja, a minha vida poderia ser só constítuida por aquilo que realmente tem interesse.
No entanto, se a vida não tivesse estes altos e baixos nunca nos questionaríamos, talvez vivêssemos num mundo aparentemente cheio de cor mas realmente vazio. Talvez os maus momentos tenham alguma utilidade e talvez assim seja possível dar o verdadeiro valor a tudo de bom que a vida nos proporciona.
Viva aos momentos menos bons da vida!!!

2 comentários:

sue disse...

como se o mal da munina tb num fossem as ferias :P
pronta para um domingo santo? loll
bisou bisou

Misé disse...

Era uma vez um princesa que tinha um jardim.Um dia cresceu e descobriu que o jardim já lá não estava.Procurou-o mas não encontrou.Pensou que deveria ter sonhado e que se calhar nunca tinha existido.Adormeceu exausta.Quando acordou, um raio de sol muito quentinho iluminou-lhe o quarto.Saíu e escontrou uma rosa que tinha alguns espinhos..Então, segurou-a com muito cuidado para não se picar e levou-a consigo. E com a ajuda do sol, dos amigos e de todas as pessoas queridas plantou um jardim mais bonito que o primeiro.Então sentiu-se muito feliz,porque compreendeu que todas as rosas têm espinhos, porque de contrário... não seriam rosas.